Curadores 2021

Claudia Lage, Lígia Ferreira, Eduardo Wolf e Martim Vasques da Cunha de Eça são os curadores da premiação, que concederá R$ 200 mil aos dois melhores autores do romance do ano e de estreia de 2020; Obras podem ser inscritas até dia 20/09/2021 

Claudia Lage e Lígia Ferreira estão entre os curadores do Prêmio São Paulo de Literatura de 2021, concedido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. A premiação irá contemplar um autor pela categoria “Melhor Romance do Ano de 2020” e outro como “Melhor Romance de Estreia do Ano de 2020”. Cada ganhador receberá o prêmio de R$ 200 mil e as inscrições podem ser realizadas até 20/9. Confira a lista completa dos curadores: 

Claudia Lage
Claudia Lage

Claudia Lage – escritora e roteirista , tem entre suas obras o livro de contos ‘A pequena morte e outras naturezas’, o romance ‘Mundos de Eufrásia’, finalista do Prêmio São Paulo de Literatura de 2010. Recebeu prêmios como o de Literatura de Brasília em 2014, foi finalista do Prêmio Portugal Telecom em 2014 e recebeu o Prêmio São Paulo de Literatura 2020 pelo romance “O Corpo Interminável”. Como roteirista, trabalhou na TV Globo, Conspiração Filmes, entre outras produtoras.  

Eduardo Wolf
Eduardo Wolf

Eduardo Wolf – professor, tradutor, crítico e membro do Grupo de Pesquisa em Filosofia Antiga da Universidade de São Paulo (USP). Editor-associado da revista Acadêmica Archai, editada pela Universidade de Coimbra e pela Universidade de Brasília. Editou, entre outros, os volumes Pensar a Filosofia e Pensar o Contemporâneo, lançados pela Arquipélago Editorial. Traduziu os ensaios de T. S. Eliot (Notas para uma Definição de Cultura e A Ideia de uma Sociedade Cristã e Outros Ensaios – É Realizações) e diversos títulos de filosofia (A Filosofia Antes de Sócrates, de Richard Mckirahan (Editora Paulus), A invenção da Filosofia, de Néstor-Cordero (Editora Odysseus). 

Lígia Ferreira
Lígia Ferreira

Lígia Ferreira – escritora e professora, organizou a edição da obra poética integral ‘Primeiras Trovas Burlescas & outros poemas’, de Luiz Gama (2000) e a antologia ‘Com a palavra Luiz Gama’. Poemas, artigos, cartas, máximas (2011, 2018). Em 2020, lançou ‘Lições de resistência: artigos de Luiz Gama’, na imprensa de São Paulo e do Rio de Janeiro. Foi curadora das edições de 2014 a 2017 do Prêmio São Paulo de Literatura. 

Martim Vasques da Cunha
Martim Vasques da Cunha

Martim Vasques da Cunha – escritor, colaborador dos jornais O Estado de São Paulo e Folha de S. Paulo, doutor em Ética e Filosofia Política pela USP, ganhador da Ordem do Mérito Cultural (grau: cavalheiro) de 2018, autor de Crise e Utopia – O Dilema de Thomas More (2012), A Poeira da Glória (2015), A Tirania dos Especialistas (2019), O Contágio da Mentira (2020) e Um Democrata do Direito (2021). Curador do Prêmio São Paulo de Literatura nas edições de 2019 e 2020. 

  Difusão literária  

Para concorrer ao Prêmio São Paulo de Literatura, a obra deve ter sido escrita originalmente em português e ter sua primeira edição publicada ao longo de 2020. Somente obras no formato impresso, com ISBN, podem participar. Os interessados têm até as 23h59  do dia 20/09/2021 para se inscrever pelo link da plataforma https://www.premiosaopaulodeliteratura.sp.gov.br/ . O edital está disponível no site do Prêmio São Paulo de Literatura https://premiosaopaulodeliteratura.org.br/.