Vencedores da décima edição ganham uma viagem ao México

A décima edição do Prêmio São Paulo de Literatura, promovido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, traz uma novidade: além do valor em dinheiro, os vencedores nas três categorias vão ganhar uma viagem ao México, para participar da Feira Internacional do Livro de Guadalajara. O evento, que é um dos maiores do mundo, será realizado entre os dias 25 de novembro e 3 de dezembro.

A viagem é resultado de uma parceria com os organizadores da feira. Os ganhadores participarão de debates e discussões literárias com intuito de promover a produção contemporânea brasileira para editoras e leitores de outros países.

A cerimônia de entrega do Prêmio São Paulo será no dia 6 de novembro, às 20 horas, na Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL). Ao todo, são 20 finalistas, entre autores veteranos e estreantes.

Com valor de R$ 400 mil em gratificação, o Prêmio São Paulo de Literatura é o maior do país e tem como principais objetivos dar protagonismo aos autores, promover o mercado editorial e incentivar a leitura. Este ano, os bate-papos dos finalistas com o público serão na Biblioteca de São Paulo (BSP) e na Biblioteca Parque Villa-Lobos, nos dias 4 e 5, respectivamente, às 11 horas.

Conheça os autores finalistas desta edição aqui.

Leia Mais →
Comentários:0 / Compartilhar:

Prêmio São Paulo de Literatura anuncia vencedores na segunda-feira

Cerimônia revelará os três ganhadores da 10ª edição; antes disso, público pode conversar
com os finalistas em encontros gratuitos nas Bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos

 

Na próxima segunda-feira, 6 de novembro, a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo anuncia os três vencedores da 10ª edição do Prêmio São Paulo de Literatura. A cerimônia será na Biblioteca Parque Villa-Lobos, a partir das 20h00. Maior do país em valor individual, a premiação tem como principais objetivos incentivar a produção literária no gênero romance, apoiar e valorizar novos autores e editoras e incentivar a leitura.

São R$ 400 mil no total, sendo R$ 200 mil para o vencedor na categoria “Melhor Livro do Ano” e R$ 100 mil para cada vencedor da categoria ”Melhor Livro do Ano Estreante”, essa última dividida em autores com “mais de 40 anos” e “até de 40 anos”. Além do valor em dinheiro, os três vencedores terão a oportunidade de participar da Feira Internacional do Livro em Guadalajara, no México.

Conheça os finalistas deste ano.

Encontro com finalistas

No fim de semana que antecede a cerimônia (4 e 5 de novembro), o público poderá conversar pessoalmente com alguns dos finalistas em encontros gratuitos realizados nas bibliotecas estaduais. Durante os bate-papos, os autores veteranos e estreantes falarão sobre suas obras, o processo criativo, suas influências literárias e o cenário editorial no país.

No dia 4 de novembro, sábado, o bate-papo será na Biblioteca de São Paulo, localizada no Parque da Juventude, a partir das 11h00. Participam os escritores Bernardo Carvalho (Simpatia pelo demônio/Cia. das Letras), Flávio Izhaki (Tentativas de capturar o ar/Rocco), Javier Arancibia Contreras (Soy loco por ti, América/Cia. das Letras), Ricardo Lísias (A vista particular/Alfaguara), Antonio Cestaro (Arco de Virar Réu/Tordesilhas | Alaúde) e Priscila Gontijo (Peixe Cego/7 Letras).

No dia seguinte, domingo, 5 de novembro, é a vez de Maria Valéria Rezende (Outros cantos/Alfaguara), Franklin Carvalho (Céus e terra/Record), Tina Correia (Essa menina/Alfaguara), Alexandre Marques (Entropia/Editora Record), André Timm (Modos Inacabados de morrer/Editora Oito e Meio), Maurício de Almeida (A instrução da noite/Editora Rocco) e Raul Ruas (Em torno dos 26 anos: Quando predominam tons tristes, vaidosos e politicamente incorretos/Editora 7 Letras). Os autores estarão na Biblioteca Parque Villa-Lobos, a partir das 11h00.

Sobre o Prêmio São Paulo de Literatura

Criado em 2008 pelo Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria da Cultura do Estado, o Prêmio São Paulo de Literatura é o maior do País em valor individual e tem como principais objetivos incentivar a produção literária de qualidade, apoiar e valorizar novos autores e editoras independentes, além de incentivar a leitura. Desde que foi criado, o Prêmio teve participação de mais de 1.700 livros e premiou 22 romances, contribuindo de forma decisiva para dar visibilidade não só às obras vencedoras, mas também aos trabalhos finalistas.

 

Leia Mais →
Comentários:1 / Compartilhar:

Saiba quem é o vencedor do Nobel de Literatura 2017

Nesta quinta-feira, 5 de outubro, foi anunciado o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2017 em Estocolmo. O laureado é Kazuo Ishiguro, autor de várias obras como Não me abandone jamais e Vestígios do dia. Nascido no Japão, mas radicado na Inglaterra, Ishiguro tem em Vestígios do dia talvez seu romance mais conhecido no mundo. O livro venceu o Man Booker Prize e também foi transformado em filme, dirigido por James Ivory e estrelado por Anthony Hopkins e Emma Thompson. O gigante enterrado, de 2015, é sua publicação mais recente.

O Nobel de Literatura é a maior honraria do mundo, concedida anualmente desde 1901. É atribuído a um autor de qualquer nacionalidade que, de acordo com as palavras do próprio Alfred Nobel, criador da distinção, tenha produzido, através do campo literário, o mais magnífico trabalho em uma direção ideal. Este trabalho significa para Nobel a obra inteira desse escritor, seus principais livros, sua mentalidade, seu estilo e suas filosofias, não distinguindo uma obra em particular.

O site oficial da Academia Sueca destaca que o Nobel de 2017 foi concedido a Kazuo Ishiguro pois “em romances de grande força emocional, descobriu o abismo sob nosso ilusório senso de conexão com o mundo”. O autor receberá o prêmio das mãos do homenageado anterior, Bob Dylan. O valor da gratificação é de US$ 1,1 milhão.

Confira texto do jornal El País sobre o tema.

Leia Mais →
Compartilhar:

Biblioteca Pública do Paraná promove Festa Literária

A Biblioteca Pública do Paraná promove entre os dias 23 a 28 de outubro a primeira Festa Literária (Flibi). O evento conta com a presença de mais de 20 escritores, que participam de palestras, bate-papos e lançamentos de livros. Haverá exibição de longas-metragens (adaptações de obras literárias), apresentações musicais, teatrais e oficinas. Todas as atividades são gratuitas.

O homenageado é o escritor Manoel Carlos Karam (1947-2007). O curador é o escritor e jornalista Marcio Renato dos Santos. A multiplicidade de linguagens, uma das marcas do evento, se evidencia na homenagem a Karam, catarinense que em 1966 se radicou em Curitiba, onde produziu uma obra literária ousada.

No dia 27 (sexta-feira), o Projeto Mesmas Coisas apresenta A serenata, montagem idealizada a partir do legado do autor, dirigida por Nadja Naira, com Michelle Pucci e Marc Olaf. A Cia de Teatro do Urubu lê textos de Karam durante a semana, de manhã e de tarde, em salas e espaços da Biblioteca.

Dia 25 (quarta-feira), às 16 horas, acontece na Arena Biblioteca, novo espaço no Hall Térreo, o lançamento de Experimentais, livro editado pelo selo Biblioteca Paraná com adaptações em formato de HQ de obras de Valêncio Xavier, Wilson Bueno, Jamil Snege e Karam feitas, respectivamente, por Rafa Campos, Theo Szczpanski, Eloar Guazzelli e DW Ribatski. Na ocasião, os desenhistas participam de um bate-papo mediado por Luiz Rebinski.

Bate-papo e lançamento de livros –>

Entre os destaques da programação, há bate-papos com Raimundo Carrero (que celebra 70 anos) e Juca Kfouri (com o lançamento do novo livro, Confesso que perdi), respectivamente, nos dias 25 e 26, a partir das 19h30, no auditório.

O grupo Alma Síria, Guilherme Gontijo Flores e Pecora Loca e Aline Morena Trio se apresentam, respectivamente, nos dias 23, 25 e 26, ao meio-dia, no hall térreo. Os filmes Budapeste e Hotel Atlântico, adaptações de obras de, respectivamente, Chico Buarque e João Gilberto Noll, serão exibidos no auditório — o primeiro no dia 24, e o segundo na quinta-feira (26), ambos às 16h30.

O diretor Rogério Pereira lembra que a Biblioteca Pública do Paraná já apresenta ampla programação cultural, mas este ano as atividades serão intensificadas na Semana Nacional do Livro e da Biblioteca. “Cada vez mais, a BPP se afirma, de fato, como um centro cultural”, diz Pereira.

O curador Marcio Renato dos Santos acrescenta que o evento reúne nomes do Paraná e de outros Estados, com a finalidade de oferecer ao público uma programação eclética e multicultural. “E vamos celebrar o legado do Karam e os 70 anos do Carrero!”.

A promoção da Flibi é mais uma das ações que a BPP realiza em 2017, nos 160 anos da instituição. Em março, foi entregue a primeira etapa das obras de modernização do prédio histórico, com investimentos de R$ 2,1 milhões do Instituto Renault para revitalizar o auditório, o hall do segundo andar, a seção de empréstimo e os banheiros, além de novo mobiliário. Outros R$ 2,5 milhões, investidos pela Renault, vão garantir a segunda etapa das obras de revitalização, previstas para serem entregues em março de 2018.

Serviço:
Festa Literária da Biblioteca (Flibi)
Data: 23 a 28 de outubro
Local: Biblioteca Pública do Paraná
Endereço: Rua Cândido Lopes, 133, centro, Curitiba
Telefone: (41) 3221-4974
Site: http://www.bpp.pr.gov.br

Com informações da Agência de Notícias do Paraná

Leia Mais →

Compartilhar:

George Saunders venceu a edição 2017 do Man Booker Prize

O americano George Saunders, 58 anos, venceu o Man Booker Prize, principal prêmio da literatura em língua inglesa por Lincoln in the bardo. O prêmio, que é dedicado ao melhor romance escrito originalmente em inglês e publicado no Reino Unido, foi anunciado terça-feira, 17 de outubro, em Londres.

O Prêmio São Paulo de Literatura foi criado em 2008 e teve a tradicional premiação britânica como exemplo. Ela acontece desde 1969 e passou a aceitar escritores de qualquer nacionalidade há quatro anos. Antes era restrita a autores de países que integram a Commonwealth.

Saunders é o segundo americano a levar o troféu; no ano passado o escritor Paul Beatty venceu com O vendido. A honraria inglesa dá ao seu vencedor uma gratificação de 50 mil libras esterlinas (cerca de R$ 208 mil), além das 2.500 libras para cada finalista.

Este é o primeiro romance do escritor e a trama fala da morte de Willie, filho de 11 anos de Abraham Lincoln, em 1862, por febre tifoide. Na obra, a criança fica retida no “bardo”, uma espécie de limbo na religião budista tibetana. Outros mortos, no mesmo cemitério, recusam-se a aceitar o fim de sua existência, assim como Willie, que espera pelo regresso de seu pai, um dos presidentes mais icônicos dos Estados Unidos.

Saunders venceu vários prêmios nos Estados Unidos e é autor de livros de contos, ensaios e obras infantis. No Brasil, lançou Dez de dezembro, de contos, e o infantil Os grudolhos perseverantes de Frip, ambos pela Companhia das Letras.

Com informações do jornal Folha de S. Paulo.
Confira matéria na Ilustrada —> https://goo.gl/bEpNar

Leia Mais →
Compartilhar:

Solenidade do Prêmio São Paulo é no dia 6 de novembro

A cerimônia de entrega dos prêmios e troféus do Prêmio São Paulo de Literatura 2017 está agendada para a segunda-feira, 6 de novembro, às 20h30 . A solenidade será realizada na Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL), que fica na Avenida Queiroz Filho, 1205, Alto de Pinheiros. O evento é gratuito, mas é necessário confirmar previamente a presença pelo email (rsvp@premiosaopaulodeliteratura.org.br) ou pelo telefone: (11) 3155-544, ramal 21.

O concurso promove no fim de semana anterior, sábado (4 de novembro) e domingo (5 de novembro) dois encontros com os escritores finalistas. Os eventos desta décima edição acontecem na Biblioteca de São Paulo (BSP) e na BVL, respectivamente. Ao todo, estarão presentes 15 dos 20 finalistas e a mediação será da apresentadora da TV Cultura, Adriana Couto.

O objetivo da Secretaria da Cultura com os bate-papos literários é que os autores falem das obras selecionadas, suas influências e processo de trabalho, além comentar sobre esta ação de estímulo aos talentos literários do país. A Secretaria da Cultura criou o prêmio em 2008 visando estimular a produção literária e reconhecer o talento dos autores brasileiros.

O valor pago anualmente é o mais alto do Brasil: são R$ 400 mil divididos por três vencedores. Participe dos bate-papos e descubra quais são os livros indicados como os melhores do ano.

Leia Mais →
Compartilhar: