Confira prazo de inscrições para premiação

Ainda dá tempo de fazer sua inscrição no Prêmio Jabuti 2018.  Mas corra porque o prazo termina no dia 28 de junho, quinta-feira. A cerimônia de premiação está marcada para o dia 8 de novembro, no auditório do Ibirapuera, em São Paulo.

Entre as novidades da edição deste ano consta a diminuição no número de categorias. Os concorrentes agora disputam a premiação com obras divididas em quatro eixos: Literatura, Ensaios, Livros e Inovação. Essa alteração, em especial, visa, segundo os organizadores, aproximar a premiação dos leitores e se atualizar frente ao mercado. As mudanças passam também pelo lançamento, em 2018, da categoria Formação de Novos Leitores (pertencente ao eixo Inovação) e da inclusão, em inscrições diferenciadas, de autores independentes.

O Prêmio Jabuti 2018 terá uma nova forma de premiação, que passa a contemplar apenas o primeiro colocado de cada categoria, escolhido entre os dez livros com melhor nota atribuída pelo corpo de jurados. De acordo com as informações do site do prêmio, um autor será escolhido, a partir de agora, como vencedor do Livro do Ano (Ficção ou Não Ficção) pelos jurados, com base na maior média obtida. Concorrem a este prêmio apenas os vencedores das categorias que compõem os eixos Literatura e Ensaios (Conto, Crônica, Histórias em Quadrinhos, Infantil e Juvenil, Poesia, Romance, Tradução, Artes, Biografia, Ciências, Economia Criativa e Humanidades).

Para saber mais sobre o prêmio, realizado pela Câmara Brasileira do Livro, acesse: https://www.premiojabuti.com.br/

 

 

Leia Mais →
Comentários:0 / Compartilhar:

Prêmio Sesc de Literatura anuncia vencedores

Um gaúcho e uma carioca faturaram o Prêmio Sesc de Literatura. A premiação, criada em 2003, revela novos talentos e é considerada uma das mais importantes do Brasil. Este ano, Tobias Carvalho faturou o prêmio de melhor conto com o seu “As Coisas”. Na categoria romance, a premiada foi Juliana Leite com “Magdalena usa as mãos”.

Como descreve o próprio site do prêmio, “As coisas” é um livro com personagens homossexuais em todos os seus contos, cujas histórias se entrelaçam sob diferentes gêneros e olhares. O livro deve ser lançado pela editora Record. Já “Magdalena usa as mãos” é um romance sobre uma mulher que, após sofrer um acidente, parte numa jornada entre a lucidez e o desvario para reaprender a falar e redescobrir os gestos de sua própria integridade.

Para saber mais, acesse: http://www.sesc.com.br/portal/site/premiosesc

 

 

Leia Mais →
Compartilhar:

FLIP anuncia programação e homenagem

A FLIP (Festa Literária de Paraty), que será realizada entre 25 e 29 de julho, terá Hilda Hilst como autora homenageada este ano. Entre os convidados constam, além de escritores brasileiros e estrangeiros, artistas performáticos, atrizes, cineastas, compositores e fotógrafos. A atriz Fernanda Montenegro, por exemplo, irá lançar sua fotobiografia no evento. São esperados por lá Colson Whitehead (vencedor do Pulitzer), André Aciman (autor da obra que deu origem ao filme “Me chame pelo seu nome”), Igiaba Scego, Sérgio Sant’Anna, Geovani Martins, Maria Teresa Horta, Júlia de Carvalho Hansen,  Laura Erber, Isabela Figueiredo e Liudmila Petruchevskáia

A programação principal será sediada em um espaço ao lado da igreja, na praça matriz, preparado para acomodar 500 pessoas. Confira todas as informações em  http://flip.org.br/

 

Leia Mais →
Compartilhar:

Conheça os curadores da 11ª edição do Prêmio São Paulo de Literatura

Os curadores do Prêmio São Paulo de Literatura, em sua 11ª edição, são:

  • Antonio Alcir Bernárdez Pecora
  • Isabel Aparecida dos Santos Mayer
  • Jorge Saraiva Neto
  • Maria Fernanda de Carvalho Rodrigues
  • Rogério Pereira

A divulgação deu-se no Diário Oficial do Estado de São Paulo: https://www.imprensaoficial.com.br/DO/BuscaDO2001Documento_11_4.aspx?link=/2018/executivo%2520secao%2520i/junho/06/pag_0065_72acbef695200777ca76a4a27ec67bb7.pdf&pagina=65&data=06/06/2018&caderno=Executivo%20I&paginaordenacao=100065

Confira: Premio_curadores

Para saber mais sobre o Prêmio e as inscrições para a edição de 2018, acesse https://premiosaopaulodeliteratura.org.br/blog/inscricoes-abertas-para-11a-edicao-do-premio-sao-paulo-de-literatura/

Leia Mais →
Compartilhar:

Veja o edital: inscrições abertas para o 11º Prêmio São Paulo de Literatura

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo abriu inscrições para a 11ª edição do Prêmio São Paulo de Literatura. O edital, publicado no Diário Oficial do Estado e disponível nos sites do Prêmio (www.premiosaopaulodeliteratura.org.br) e da Secretaria da Cultura (www.cultura.sp.gov.br), premiará romances em duas categorias: “Melhor Livro do Ano” e “Melhor Livro do Ano – Autor Estreante” – esta última dividida em duas modalidades “Autores com Mais de 40 Anos de idade” e “Autores com Menos de 40 Anos de idade”. Os candidatos podem se inscrever até dia 13 de julho de 2018.

Contribuindo para a formação de novos leitores e escritores, o Prêmio São Paulo de Literatura também se destaca por reconhecer tanto os grandes nomes quanto os novos talentos da literatura, abrindo portas não só para escritores nacionais, mas também para concorrentes estrangeiros com obras escritas originalmente em língua portuguesa e primeira edição mundial no Brasil em 2017. Com foco em obras de ficção no gênero romance, o Prêmio São Paulo de Literatura é o maior do País em valor de premiação individual: R$ 200 mil para o Melhor Livro do Ano e R$ 100 mil para cada autor estreante nas modalidades +40 e -40. Na categoria “Melhor Livro do Ano”, poderão se inscrever autores que já publicaram romances de ficção anteriormente. Já na categoria dos estreantes, os escritores podem ter obras publicadas em outros gêneros, desde que o livro inscrito seja o seu primeiro romance de ficção. A categoria “Autor Estreante” contribuiu também na revelação de novos nomes da literatura, tais como Rafael Gallo (“Rebentar”), Débora Ferraz (“Enquanto Deus Não Está Olhando”), Paula Fábrio (“Desnorteio”), Micheliny Verunschk (“Nossa Teresa – Vida e Morte de uma Santa Suicida”), Jacques Fux (“Antiterapias”) e Marcos Peres (“O Evangelho Segundo Hitler”).

Edições anteriores

Em 2017, Outros Cantos (Editora Alfaguara), de Maria Valéria Rezende, foi eleito pelo júri do Prêmio São Paulo de Literatura o Melhor Livro do Ano. Já Franklin Carvalho, com Céus e Terra (Editora Record), foi contemplado na categoria Autor Estreante +40 e Maurício de Almeida recebeu prêmio na categoria Autor Estreante -40, com o romance A Instrução da Noite (Editora Rocco).

Sobre o Prêmio São Paulo de Literatura

Criado em 2008 pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura do Estado, o Prêmio São Paulo de Literatura é o maior do País em valor individual e tem como principais objetivos incentivar a produção literária de qualidade, apoiar e valorizar novos autores e editoras independentes, além de incentivar a leitura. Desde que foi criado, o Prêmio teve participação de 2.041 livros e premiou 25 romances, contribuindo de forma decisiva para dar visibilidade não só às obras vencedoras, mas também aos trabalhos finalistas.

Em 10 edições foram distribuídos R$ 4.000.000,00 em prêmios. Somam-se 191 finalistas – sendo seis estrangeiros.  Os autores das obras vencedoras vêm de 17 cidades, de 10 estados brasileiros, e um de Portugal. 49 editoras foram finalistas e 10 premiadas.

O edital completo e mais detalhes, você encontra aqui: Edital Prêmio – 2018 Resolução GS – Instituição do Prêmio

Leia Mais →
Comentários:2 / Compartilhar: